Utilizando o lubrificante certo e de qualidade, seu veículo terá maior vida útil

Dirigir com segurança também significa manter a saúde do seu veículo. Pequenos hábitos para manter o cuidado e as manutenções regulares são indispensáveis! Mas você já parou para pensar como a base dos lubrificantes pode impactar na vida útil do seu motor?

Confira a seguir os tipos de lubrificante disponíveis no mercado e como eles podem fazer a diferença:

• Mineral: totalmente feito com derivados do petróleo, o óleo lubrificante mineral possui menor capacidade de lubrificação, devido à menor uniformidade das moléculas do produto – por isso é usado com mais frequência. Esse tipo de óleo possui uma vida útil menor, exigindo trocas constantes.

• Sintético: totalmente feito em laboratório, por meio de engenharia química, esse lubrificante é oposto ao óleo mineral. Devido a sua alta tecnologia, ele proporciona alto desempenho e garante mais durabilidade, com intervalos de troca prolongados, devido à uniformidade das partículas em sua fórmula.

• Semissintético: essa categoria é a mistura de óleos minerais e sintéticos (com a proporção mínima definida de 10%). Essa categoria foi lançada para suprir as desvantagens de ambos, por isso você encontra no mercado com preços mais baixos do que os sintéticos, mas que entregam um desempenho melhor do que os minerais puros.

Mesmo sabendo dessas informações, é necessário ficar atento às especificações do lubrificante quanto a sua aditivação e seu desempenho, além de conferir as especificações do veículo no manual. Mudanças nesses aspectos podem comprometer o funcionamento e a segurança do motor, já que pode não existir a compatibilidade entre os mesmos.

Entendendo essa parte, você consegue compreender as vantagens de investir em um bom lubrificante para seu motor. Mas como ele pode aumentar o desempenho do meu veículo e fazê-lo ter maior vida útil?

O lubrificante tem como principal função dar fluidez no funcionamento, além de reduzir a fricção e o desgaste das peças, diminuir o calor gerado pela ema, auxiliar na refrigeração do motor, auxiliar a vedação ou perda de pressão, evitar a entrada de impurezas nos mancais, fazer a limpeza das peças e proteger contra a corrosão.

Isso é válido para qualquer máquina. No caso do motor de um caminhão ou carro, essa revisão e/ou troca precisa ser feita com frequência, já que a falta de manutenção pode acumular detritos, que ao prenderem entre as peças podem causar estragos maiores ao veículo, além de comprometer a segurança do motorista e dos passageiros.

Todo esse trabalho realizado pelo lubrificante é o que aumenta a vida útil do motor. É o lubrificante que mantém o pleno funcionamento do mesmo e garante a saúde de seus componentes, impedindo o seu desgaste e a possibilidade de enferrujarem.

Um bom lubrificante pode gerar economia, já que seu motor se mantém mais saudável e não necessitará de trocas de peças ou prejuízos maiores com tanta frequência. Por isso, fique atento: além de utilizar o lubrificante adequado, trocar o filtro todas as vezes que trocar o óleo/lubrificante e respeitar os intervalos das trocas é essencial para dar vida longa ao motor!

como_ganhar_tempo_no_abastecimento_a_diesel

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.