Por quanto tempo posso armazenar o diesel em meu tanque?

O TRR (Transportador-Revendedor-Retalhista) possui licença para revender diesel para consumidores finais, que abastecem a frota na sua própria empresa. O processo de entrega parte da exploração do petróleo para a refinaria, depois disso é feito o transporte do produto para a base principal, neste caso a Agricopel TRR e depois disso é distribuído aos clientes. Todo o processo é feito com normas rigorosas de segurança, mantendo a qualidade do produto do início ao fim do processo.

Para poder distribuir de maneira retalhada, o consumidor precisa dispor de um tanque apropriado para o armazenamento. Para isso, o cliente pode ter o próprio tanque e cuidar da manutenção ou então contratar o serviço de comodato, onde a Agricopel instala os equipamentos e faz a manutenção regular deles no estabelecimento do consumidor.

Quando o consumidor final, o cliente, solicita o abastecimento, a Agricopel leva a quantidade exata que o cliente pediu e deposita no tanque, para que a própria empresa tenha o controle do abastecimento da sua frota.

Distribuímos duas opções ao consumidor, diesel S-10 e diesel S-500, que devem ser alocados em tanques separados. Em caso de troca/mudança de produto, deve ser feita a limpeza interna do tanque, para que não haja contaminação. Você sabe qual a diferença entre eles?

A diferença entre o Diesel S-10 e o Diesel S-500 está na quantidade de enxofre por milhão disponível em sua formulação. Enquanto o diesel S-500 apresenta 500 partes de enxofre por milhão, o diesel S-10 conta com 10 partes da mesma substância.

A redução de enxofre se deu a partir das resoluções do Conselho Nacional do Meio Ambiente (CONAMA) para o Programa de Controle de Poluição do Ar por Veículos Automotores (PROCONVE), em suas fases P6 e P7, que estabeleceu os níveis da substância para reduzir as emissões de gases poluentes.

Utilizando a medida como base, motores de uso rodoviário com fabricação até 2012 ainda tem permissão do combustível S-500. Em veículos rodoviários fabricados a partir de 2012, é obrigatório o uso do diesel S-10, pois esses motores devem cumprir com as determinações de emissões da fase P7 do PROCONVE.

O desempenho dos dois produtos também muda, devido aos índices de cetano. Este hidrocarboneto é usado na avaliação das propriedades ignitoras do combustível em questão. O número de cetano usado nas duas variações de óleo diesel interfere diretamente no tempo de injeção e início de combustão, conhecido também como “faixa de potência”.

O diesel S-500 possuí cetano igual a 42, enquanto o S-10 leva 48. Isso quer dizer que, o S-10 oferece maior capacidade de combustão, melhorando o desempenho do motor.

Mas por quanto tempo posso armazenar o combustível no tanque da minha empresa?

A validade do diesel S-10, está estimada em 2 meses por conta do biodiesel incluído na mistura, que propicia o acúmulo de água e borra no tanque quando o combustível não é renovado. Já o diesel S-500 pode durar cerca de 4 meses parado no tanque. Vale lembrar que as manutenções periódicas influenciam diretamente na qualidade do óleo diesel, fazer a gestão correta do estoque prolonga a duração do combustível.

Por isso o serviço de TRR da Agricopel se faz tão importante. Entregamos a quantidade certa, de forma que o combustível não passe do prazo ideal para ser utilizado, além e manter a manutenção regular dos tanques de comodato.

como_ganhar_tempo_no_abastecimento_a_diesel

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.